CÂMERA CELULAR - BARCO.

Procuramos explorar ao maximo todas as locações...



video

CÂMERA CELULAR - TRILHA

Apesar do clima divertido e descontraido, o trabalho no set era muito desgastante e cansativo.




video

CÂMERA CELULAR - VILA 2.

Foram muitas sequencias rodadas no meio da Vila, a pacata Regência ficou um pouco mais agitada nos dias de filmagem.




video

CÂMERA CELULAR - VILA.

Mais uma vez gostariamos de agradecer a toda compreenção e cooperação dos moradores da vila de Regência para com os trabalhos de filmagem.





video

CÂMERA CELULAR - PRAIA.

Praia é sempre um lugar muito difícil de se montar um set, ainda mais em Regência que não tem sombra, tivemos cerca de 4 diárias filmadas no "Point" e o resultado vcs vão ver na telona...





video

CÂMERA CELULAR - ESPERA.




Quando chovia não tinha como rodar, todos para o Carebus esperando São Pedro dar uma tregua.
Porem essa espera pode acontecer de varias maneiras, e com o Josimauro por perto, só podia...

video

CÂMERA CELULAR - FUGA.




O bom ator é aquele que "corre" atrás.

video

CÂMERA CELULAR - NOITE.














Essa noturna foi adiada por duas vezes, sendo que em uma delas tivemos que cancelar com a equipe, elenco, figuração e todo o equipamento já no set, o motivo foi a chuva, e era aquela chuva chata que vem e vai...
Em uma das investidas a equipe de elétrica montou toda a estrutura de luz com dezenas e dezenas de metros de cabos, e cerca de 7 a 10 refletores e quando tudo ficou pronto a chuva veio, o departamento rapidamente tirou e guardou tudo, e minutos depois de tudo guardado chuva parou, uns instantes de duvidas, e resolvemos voltar com nosso park, a galera da elétrica veio com tudo reposicionando todos os pontos de luz, e assim que o ultimo minibrut foi aceso e o set de filmagem novamente ficou pronto, é lógico que a chuva voltou, correndo Juninho, Iédio, Arlindo e Leandro Moulin tiraram tudo novamente, e quase como se fosse cena de um filme, assim que e tudo foi guardado a chuva parou outra vez...
Serio, foi assim que aconteceu.
O diretor José Augusto Muleta ao perceber que não tinha mais água caindo do céu, quis voltar com tudo e tentar pela terceira vez, mas o diretor de fotografia Patrick Tristão e o diretor Raphael Gasparini o repreenderão, afinal a equipe já tinha feito o trabalho 2 vezes e tempo continuava muito instável...
Foi nesse momento que aconteceu uma das maiores demonstrações de união e força do filme, os caras da elétrica chegaram dando dura, dizendo que se o problema fosse montar e desmontar, podemos esquecer o problema, que eles estão para isso, e que pra esse filme sair eles montão e desmontam mil vezes.
O silencio tomou conta por uns instantes...
E definimos voltar para a pousada, mas com a certeza que nossa equipe realmente estava pronta e comprometida em realizar um grande filme.


Segue abaixo o vídeo com cenas de bastidores da diária que nossa noturna finalmente saiu.


video

CÂMERA CELULAR - ESTRADA DE TERRA.

A explicação...




video

CÂMERA CELULAR - BORRACHARIA

Essas cenas foram rodadas na Rodosol, e fazem parte da primeira etapa do filme.





video

OS PIRATA.



Vamos iniciar uma fase bem legal aqui no blog, a partir de hj vamos postar uma serie de vídeos com cenas de bastidores, e estreamos com nossa primeira copia pirata, Jack Sparrow esteve no nosso set, fez umas imagens com seu telefone e é claro soltou no youtube, gostamos da idéia, acreditamos que pode ser um sinal de bons ventos...


Segue link: http://www.youtube.com/watch?v=UZu0QXIuSFY


.

MONTAGEM.

ILHADO INFURNADO TRANCAFIADO CADEADO LACRADO CONCENTRADO VIDRADO E EMOCIONADO COM A MONTAGEM DO FILME.

Os trabalhos de edição e finalização já começaram e estão a todo vapor. Diariamente, sequências, cenas e frames e mais frames são montados e o filme começa a criar corpo e alma.






CAREBUS.

Apresentamos mais um grande, belo e charmoso personagem dos bastidores deste filme, o Carebus, ele foi viabilizado através do projeto Tamar e da comunidade de Regência, e com certeza está no coração de todos, quem da equipe não tem uma boa historia dentro do Carebus, ele serviu como nosso principal meio de transporte durante toda a fase de filmagens em Regência, e foi "pau pra toda obra", quando o micro ônibus apontava na rua o povo já dizia: Lá vem os meninos da filmação.
O Carebus vai deixar saudades...












O MAGICO DAS ROUPAS.

Quando o ator esta engatinhando no texto, ainda naquela fase de achar caminhos e intenções, poderemos dizer com certa dose de humor que ele esta nu.
Nu, no sentido figurado, mas, de certo modo, também nu fisicamente, porque ainda não sabe com que roupa irá colorir as fantasias que tece em torno do ser imponderável que esta gestando no seu intimo e que tem o nome bem apropriado de personagem. É nessa fase de incertezas dramáticas que o mágico das roupas aparece para vestir os nus.
Fazer esse personagem parte da fantasia, do jogo de ilusões.
Ao figurinista cabe a responsabilidade de dar à personagem a vestimenta final de suas aspirações, a pele com que vai enfrentar as expectativas do público.

por: Paulo Jorge.

POUSADA DO SERGINHO.

Esse filme só saiu porque o casal Sergio e Gisele acreditou, quis e investiu muito na sua realização.
Nossa equipe ficou muito bem instalada, todos com ar condicionado, frigobar, TV a cabo e internet.
Isso fez muita diferença no gerenciamento de uma equipe com cerca de 30 profissionais gabaritados, durante quase 20 dias, em um lugar como Regência.
À equipe da “Pousada do Serginho” fica nosso agradecimento, e nosso compromisso em continuar com o foco e o trabalho serio em fazer um belo filme, um longa-metragem que mostre as muitas belezas da nossa terra.